sábado, 26 de março de 2016

Não me venha falar de golpe!!!





















Não me venha falar de golpe
Assim à galope
Que não há de emplacar.

Não me venha falar de golpe
À base de tropa de choque
Que não há de prosperar!

Não me venha falar de golpe
Usando a corrupção como mote
Que não há de vingar!

Não me venha falar de golpe
Impondo um podre como nobre
Que ninguém engolirá!

Por favor...
Não me venha falar de golpe,
E vê se não fode!!!

Inspiração de cada dia!!!
 






sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Tá Consumado...



Levou um bom tempo
Para que a ficha caísse.
Ele olhou para si, para dentro,
E entre doses, entendeu as cicatrizes.
Ele, de fato, acreditou na possibilidade do tato,
Mas no amor não há espaço para lapsos.
Os braços querem abraços,
A boca, beijos...
As mãos pelo corpo, em desejo honesto,
Tateiam todo o resto...
(...)
Mas isso não houve...
Mais nada se ouve... ... ...
_____________________________
P.S. "Quem sente muito, cala. 
Quem quer dizer quanto sente, 
fica sem alma nem fala.
Fica só, inteiramente"!!!...

Do sentimento musicado...


sábado, 4 de julho de 2015

Da liquidez contemporânea



Da liquidez contemporânea

Querem diminuir a maioridade penal,
mas não querem acabar
com o financiamento privado,
mordomias e eticétera e tal.
Até a foto narcisista
pregaram num pau.
O desejo popular 
continua superficial.
Fascismo, ódio e intolerância?
Normal!
Caralho! 
Será mesmo que tudo isso é culpa do Cabral???


Obs.: Depois de um bom tempo afastado de meu blog... Tô de volta!!!

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Sempre em construção...

Não sou adepto aos que dizem ADEUS para o ano que se finda... ...
Nunca gostei disso, afinal de contas, crescemos e aprendemos mais com as derrotas do que com as vitórias, e o ano que hoje se vai, nada mais é que EXPERIÊNCIA adquirida, seja ela negativa ou positiva...
Quero estar sempre em construção, sem a mínima pretensão de achar-me pronto ou senhor do tempo! Ah, o tempo... esse sim, sabedor de tudo, e que de tão poderoso se deixou fatiar em dias, meses e anos. Então, sobra-nos a lembrança, nada mais.
Não caio na tosca idéia de achar que o ano que termina tenha sido ruim, no entanto sempre espero que o ano que se aproxima, seja sempre melhor, mas com um porém, terei de construir, continuar... (entende? Entenda...)
Feliz pelo ano que passou e ainda feliz pelo ano novo!!!

"Se eu não crescer, me destrua...
Se eu obcecar, me distraia...
Se me ganhar, distribua...
Se me perder, subtraia ...
Se sou voraz, me sacie...
Se for demais, atenue...

Se fico atrás, assobie...

Se estou em paz, tumultue...
Você que me continua!!!”

Da música que embala o pensamento...

terça-feira, 22 de julho de 2014

Pedaço...

Abraço...
Laço...
Aço...
Estilhaço...
Compasso...
Cansaço...
Bagaço...
Cagaço...
Palhaço...
Mormaço...
Embaraço...
Cadarço...
Calhamaço...
Amasso...
Picass(ç)o...
Melaço...
Cabaço... ...
Ações, sensações que me guiam e seduzem sempre em busca de espaço...

  -------------
Aonde eu vim parar???...